12 de outubro de 2018

Neste dia das Crianças, comemorado em meio ao segundo turno das eleições presidenciais em que estão em jogo dois planos bastante antagônicos de governo, vale fazer uma reflexão sobre qual futuro queremos para nossas crianças, nossos filhos, nossos netos.

Apenas para ilustrar, de um lado, temos um candidato que prega que armar os cidadãos é o único caminho possível,  diz que vai rasgar o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente – e defende a educação à distância desde o ensino fundamental, retirando as crianças do convívio escolar tão importante para formação de um cidadão com relação ao respeito ao outro e às diferenças.

Do outro lado, o candidato Fernando Haddad que defende que o cuidado com a primeira infância seja uma “diretriz estratégica do governo” e apoiará fortemente os municípios para a ampliação das vagas em creche, que, além de representar um direito dos bebês e crianças, contribui para a autonomia das mulheres. Além disso, o professor Fernando Haddad, que promoveu uma profunda transformação na educação quando foi ministro, quer a efetivação do ECA, a fim de combater o trabalho infantil, retomar e ampliar as “políticas de proteção às crianças no contexto de suas famílias e comunidades, prevenindo o abandono e a violência”.

Pense no futuro que você quer para nossas crianças!
Conheça o plano de governo de Fernando Haddad, candidato à presidência da República