13 de setembro de 2018

Na manhã desta quinta-feira (13/09), o candidato à presidência pela coligação “O Povo Feliz de Novo”, Fernando Haddad, e Manuela D’Ávila, sua vice, participaram de caminhada em Carapicuíba, em São Paulo, ao lado dos candidatos ao senado pelo Partido dos Trabalhadores, Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto, e do prefeito Sérgio Ribeiro. No final da manhã, acontece também caminhada em Osasco.

Haddad levou o abraço do ex-presidente Lula e declarou que as autoridades brasileiras descumpriram um tratado internacional para impedir que Lula fosse candidato a presidente. “O Lula ganharia no primeiro turno essas eleições e deixou um Plano de Governo pronto. Na impossibilidade de lutar contra a vontade dele, ele escolheu a mim e a Manuela para representarmos esse projeto. Nós temos um programa de governo e temos três semanas para ganhar essa eleição”.

O candidato mencionou a pesquisa CUT/VoxPopuli, divulgada na manhã desta quinta (13/09), em que ele aparece como líder na corrida presidencial, com 22% de intenção de votos. Jair Bolsonaro vem em segundo, com 18%, seguido por Ciro Gomes (10%), Marina Silva (5%) e Geraldo Alckmin (4%). “Temos que ter calma, preservar a democracia e o seu voto. Com a dor de não estar com Lula aqui, mas com a alegria da vitória no dia 07 de outubro”.

“Vocês são a nossa força para fazer o Brasil se desenvolver de novo, gerar empregos e garantir educação para os nossos jovens. Aqui, vimos que o povo sabe que Lula é Haddad e que Haddad é o nosso candidato, porque é um homem comprometido com o Brasil e com o povo que trabalha”, falou Manuela. A vice ainda disse que essa será a eleição mais importante da história, pois é a eleição que pode tirar o Brasil da crise, voltar a gerar emprego, direitos e garantia de creches e universidades de qualidade.